Make your own free website on Tripod.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

A Habitação do Ser Humano

 

Como já vimos anteriormente, a terra foi criada perfeita a dada para ser a nossa habitação. Hoje, como estamos vendo, a terra, a habitação perfeita, que o Eterno criou para ser nosso lar, hoje está convertida em um abismo para muita gente. As condições climáticas ferem constantemente o nosso planeta com suas tempestades, furacões, vulcões, terremotos etc. O próprio homem está se encarregando de destruir a sua própria habitação, com suas ambições atrás de bens materiais e riquezas. Esquecem que o Eterno foi o poderoso que a criou e com inteligência estendeu os céus, como diz o profeta Jeremias: 

Jeremias 10:12   O SENHOR fez a terra pelo seu poder; estabeleceu o mundo por sua sabedoria e com a sua inteligência estendeu os céus.( Ver também Jeremias 51:15)   

Esqueceram os homens que a terra foi criada perfeita, e nós seríamos seus habitantes, para usufruir das regalias que ela nos oferecesse. Mas o pecado, que veio a este mundo com todos os seus atributos, ofereceu ao homem uma visão diferente de como deviam se proceder. Fez com que o homem tropeças-se em sua caminhada, tapasse os olhos e não enxergasse  seus atos de maldade contra esse mundo, mesmo que isso custasse um preço muito alto pela sua maldade, e que resultará em uma intervenção divina, para salvar e redimir esta terra e destruir os pecadores:

Isaías 13:9   Eis que vem o Dia do SENHOR, dia cruel, com ira e ardente furor, para converter a terra em assolação e dela destruir os pecadores.

A terra será castigada por causa de sua maldade, e os arrogantes e os soberbos também perecerão: 

Isaías 13:11   Castigarei o mundo por causa da sua maldade e os perversos, por causa da sua iniqüidade; farei cessar a arrogância dos atrevidos e abaterei a soberba dos violentos.

E isso não será feito de maneira silenciosa, o Senhor fará sentir a sua presença nestes acontecimentos:

Isaías 13:13   Portanto, farei estremecer os céus; e a terra será sacudida do seu lugar, por causa da ira do SENHOR dos Exércitos e por causa do dia do seu ardente furor.

Depois de ver sua obra concluída, e ver tantos estragos causados pelos homens, em sua grande obra, não somente a terra, mas também contra o próprio homem, porque o ser humano foi o marco principal da criação do Eterno. Hoje, a grande obra da criação se converteu em instrumento de destruição, não somente do planeta, mas de si próprio, tornando-se o homem instrumento do maligno, e inimigo de Deus. E o Eterno nos alerta sobre o resultado de tudo isso:

Isaías 24:4   A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha; enlanguescem os mais altos do povo da terra.  

Isaías 24:5   Na verdade, a terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna.

O Senhor promete tomar providências contra aqueles que contrariam seus princípios:

Isaías 24:6   Por isso, a maldição consome a terra, e os que habitam nela se tornam culpados; por isso, serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão.

Se notarmos os acontecimentos que nos cercam, e a violência com que à natureza está dizimando povos inteiros, já estamos ouvindo o rugido do Senhor conforme escreveu o profeta:

Jeremias 25:30   Tu, pois, lhes profetizarás todas estas palavras e lhes dirás: O SENHOR lá do alto rugirá e da sua santa morada fará ouvir a sua voz; rugirá fortemente contra a sua malhada, com brados contra todos os moradores da terra, como o eia! dos que pisam as uvas

Esses acontecimentos serão ouvidos no mundo inteiro:

Jeremias 25:31   Chegará o estrondo até à extremidade da terra, porque o SENHOR tem contenda com as nações, entrará em juízo contra toda carne; os perversos entregará à espada, diz o SENHOR.

Todas as nações serão atingidas: 

Jeremias 25:32   Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis que o mal passa de nação para nação, e grande tormenta se levanta dos confins da terra.

Morrerá muita gente nesses acontecimentos, e muitos nem serão sepultados. (Hoje já presenciamos isso).

Jeremias 25:33   Os que o SENHOR entregar à morte naquele dia se estenderão de uma a outra extremidade da terra; não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados; serão como esterco sobre a face da terra.  

Jesus também profetizou a essa situação no final dos tempos, mas antes

destes males, haveria guerras ( As principais em nível mundial foram a de 1914 e 1939, as duas patrocinadas pelos mesmo país)

Lucas 21:10   Então, lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino, contra reino;

E depois vem a conclusão de tudo isso, conforme disse o Mestre:

Lucas 21:11   haverá grandes terremotos, epidemias e fome em vários lugares, coisas espantosas e também grandes sinais do céu.

O céu também dará o seu alerta, e as nações ficarão angustiadas e perplexas.

Lucas 21:25   Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas.

Os habitantes da terra ficarão aterrorizados quando tudo isso acontecer.

Lucas 21:26   haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados.

 Mas a nossa esperança não se desvanece, pois temos a promessa do retorno de Jesus, porque como sabemos, Jesus voltará para restaurar o seu reino, e aqueles que o esperam certamente serão contemplados com o galardão que os justos receberão durante o seu reinado e eternamente.

Temos a elegante promessa do Mestre quando estas coisas estiverem acontecendo:

Lucas 21:28   Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima.

Todos esses acontecimentos anunciam a proximidade do Reino de Deus:

Lucas 21:31   Assim também, quando virdes acontecerem estas coisas, sabei que está próximo o reino de Deus.

 Nesse período se dará a separação do joio e do trigo. Os ímpios deixarão de existir. Como se diz acima: ”Poucos homens restarão”. A vinda de Jesus marcará o fim deste período de pecado. Com a prisão de Satanás durante o milênio, e os que restarem da batalha do Armagedom, batalha essa, que se travará por ocasião de sua vinda, será o marco da redenção desse mundo.

Apocalipse 11:18   Na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, tanto aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra.  

Quando os ímpios forem destruídos, será dado o galardão aos servos de Deus,  àqueles que lhe temem o nome. Certamente, o fruto da desobediência, será a colheita dos ímpios. A promessa para os que obedecem a Palavra de Deus será de uma terra renovada, sem manchas, como canta o salmista:

Salmos 115:15  Sede benditos do SENHOR, que fez os céus e a terra.

Salmos 115:16  Os céus são os céus do SENHOR, mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens.

Jesus, no começo de seu ministério, já diz, quais serão os herdeiros dessa terra:

Mateus 5:5   Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.

Temos ainda a promessa de Jesus a respeito daqueles que lhe forem fiéis:

Lucas 21:18   Contudo, não se perderá um só fio de cabelo da vossa cabeça

Lucas 21:19   É na vossa perseverança que ganhareis a vossa alma.

Estamos vendo dia a dia o cumprimento dessas profecias, que por si só denunciam a aproximação do estabelecimento do reino de Jesus. São tantos os acontecimentos sobrenaturais, que os homens estão se perdendo em suas teorias, previsões e conceitos acerca desses fatos. Mas quando o Rei vier e assentar no trono de sua glória e ajustar suas contas com os devedores e arrogantes, seu reino será estabelecido para sempre e não mais terá volta, porque será um reino eterno e de justiça. Vejamos o que ele tem a nos dizer a respeito desse acontecimento:

Mateus 25:31   Quando vier o Filho do Homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então, se assentará no trono da sua glória;  

Mateus 25:32   e todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas.

Notem, que o estabelecimento do reino será por ocasião de sua vinda, aqui ele se assentará no “Seu trono”, não diz que veio buscar alguém para levar para outros lugares, ou para o céu como querem alguns.

Ele se assentará no trono de sua glória, e todas as nações prestarão contas de seus atos, e pela afirmativa que temos, serão todos os problemas solucionados aqui mesmo, com a separação do trigo e do joio.

Mateus 25:33   e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos, à esquerda;  Mateus 25:34   então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Esse acontecimento marcará a posse do reino pelos que lhe forem fiéis, e notem, que esse reino foi preparado desde a fundação do mundo, e o Eterno não fundou nenhum outro lugar para fosse nossa habitação.

 

Abraços fraternos

José Pedro de Oliveira

 

RETORNAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.