Make your own free website on Tripod.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Escola Bíblica

 

 

Lição 05 – A instituição do domingo

Leitura Bíblica: Isaías 56:1-7

 

E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos, e a lei; e eles serão entregues na sua mão por um tempo, e tempos, e metade de um tempo”. Daniel 7:25

 

Os mandamentos de Deus podemos e devemos observar, pois eles não nos são pesados. A lei dos dez mandamentos é perfeita, pois mostra ao homem o seu pecado e o faz conhecer a vontade de Deus. Quando observamos corretamente os mandamentos, nossa vida torna-se mais santificada. No entanto, os falsos mandamentos também estão aí. A maioria da cristandade reconhece o domingo como dia do Senhor, ignorando o fato de que a guarda deste dia procede do paganismo e é fruto direto da apostasia. A Igreja apostólica sempre observou o sábado e não aceita que se mude as leis de Deus.

 

QUESTIONÁRIO

1) Que dia foi santificado por Deus e chamado de dia do Senhor? Gênesis 2:1-3; Êxodo 20:8-11; Isaías 58:13,14. O sábado, sétimo dia da semana, é lei nos dez mandamentos e é o verdadeiro dia do Senhor.

 

2) Foi o sábado guardado no Novo Testamento e pelas primeiras comunidades cristãs? Lucas 4:16,31; 13:10; 23:54-56; Atos 13:42-44; 16:12,13. O sábado foi reconhecido por Jesus como um dia diferente (Mateus 24:20). Jesus não somente o guardou como ensinou a guardá-lo dentro do espírito do amor, revelando a real significação da santidade deste dia. Os discípulos e os crentes da era apostólica prosseguiram na observância deste mandamento.

 

3) Que poder anticristão haveria de promover uma mudança na lei de Deus? Daniel 7:25; II Tessalonicenses 2:3,4. O anticristo é a 11ª ponta que se levantou na cabeça do quarto animal, o Império Romano. Os santos seriam entregues em suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, que na linguagem profética é um período de 1260 anos. O poder papal cumpre de forma precisa esta profecia. Foi este poder que promoveu a guarda do domingo entre os cristãos.

 

4) Procuraram os apóstatas alguma base bíblica para sustentar a guarda do domingo? Marcos 16:9; Atos 20:7; II Coríntios 16:2. Jesus não ressuscitou na manhã do primeiro dia da semana, pois as mulheres foram ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro e viram a pedra removida. Se a pedra estava removida, Jesus já havia ressuscitado. Nenhum texto bíblico que menciona o primeiro dia da semana, o apresenta como dia santo ou dia do senhor.

 

5) Em que implica a observância do domingo e a comemoração do dia 25 de dezembro? Que advertência nos é feita por Deus neste sentido? Deuteronômio 17:3; Ezequiel 8:15-17. Estas datas honram a maior divindade do paganismo: o deus-sol. O domingo não é o dia do Senhor e nem 25 de dezembro é a data do nascimento de Jesus. O Senhor nos adverte a não seguirmos os costumes dos povos, mas sermos sempre leais à verdade (Jeremias 10:1-3).

 

RETORNAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.